Notícias

Ver notícia

A história do saneamento de Piracicaba ganhou um importante capítulo na última década, com a universalização do tratamento de esgoto. Graças à PPP (Parceria Público-Privada) firmada entre a concessionária Mirante e o Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), foram viabilizados investimentos significativos, que trouxeram para Piracicaba estrutura tecnológica, mão de obra qualificada e metodologia avançada, implementadas, inicialmente, para garantir o cumprimento das principais metas contratuais, o que configurou uma grande evolução do cenário local em um curto período de tempo.

O sistema de esgotamento sanitário de Piracicaba, que atualmente é composto por 63 estações elevatórias de esgoto (EEE) e 24 estações de tratamento de esgoto (ETE), recebeu uma série de aportes financeiros e passou por melhorias que ampliaram a capacidade de atendimento e modernizaram os processos operacionais.  “O resultado de todo esse processo consolidou o sistema de saneamento piracicabano como referência de modelo de negócio bem sucedido, que tem atraído a atenção de visitantes locais, regionais, nacionais e internacionais”, observa o diretor executivo da Mirante, Ozanan Pessoa.

De acordo com Ozanan, para compreender esse cenário, é necessário resgatar o contexto geral dessa trajetória, que vem sendo constituída desde 2011. O Município, em uma decisão ousada para a época, apostou em um modelo de negócio, inédito até então, que configurou no estabelecimento de uma concessão de esgotamento sanitário, sendo essa a principal responsável pelos investimentos que garantiram o cumprimento dos marcos contratuais. Desta forma, a cidade conquistou a almejada universalização do tratamento de esgoto.

“Divididas em cinco metas, os marcos estipulavam um cronograma com prazos e regiões pré-determinadas, que seriam contempladas pelo plano de modernização e ampliação do esgotamento sanitário nos primeiros anos de atuação da Parceria Público-Privada”, afirma o diretor executivo. O primeiro marco, que pode ser considerado com um dos mais significativos, envolveu melhorias e investimentos para as regiões Ondas, Jupiá e Cecap. Esse processo, previsto para ser concluído em 12 meses, foi finalizado na metade do tempo.

As metas consistiam na execução de modernização e melhorias da unidade operacional, responsável pelo atendimento do Cecap, a operação do coletor tronco, localizado na região do bairro Ondas e da Estação de Tratamento de Esgoto Ponte do Caixão, construída ainda na gestão do Semae e inaugurada um mês após o início da atuação da PPP no município.

“Esse importante investimento configurou em um salto significativo do índice de tratamento de esgoto. Ao analisar esse primeiro cenário da PPP no município, é nítida a contribuição que a PPP teve para o desenvolvimento do município, de forma geral. Se hoje Piracicaba é uma referência nacional em saneamento, é graças a essa decisão adotada pelo poder público, que vislumbrou essa coparticipação como uma alternativa viável no sentido de solucionar a demanda que a cidade tinha naquele momento”, finaliza Ozanan.

 

 

 

Compartilhar:

Veja Também

Efluentes Industriais Saiba mais
Efluentes Industriais

Confira o procedimento para o requerimento do termo de anuência para efluentes industriais.

Esgotamento Sanitário Saiba mais
Esgotamento Sanitário

A Mirante trabalha diariamente para ampliar e melhorar o índice de coleta e tratamento de esgoto.

Notícias Saiba mais
Notícias

Confira as últimas notícias da Mirante e saiba mais sobre obras, programas e projetos.

Programação de Serviços Saiba mais
Programação de Serviços

Confira os locais previstos para a execução de serviços de manutenção, desobstrução, novas ligações e melhorias na rede coletora de esgoto.