A segunda semana de setembro reserva uma série de atividades diferenciadas aos docentes, pais e alunos da Escola Municipal Aparecido Carlos Guzzi e para os usuários do sistema do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) da Vila Sônia e São José. As ações promovidas pela área de Projetos Socioambientais, em parceria com a Prefeitura do Município de Piracicaba, Semae, Caixa Econômica Federal, Engepav, Florespi, Aegea e Instituto Equipav, integram o Programa Piracicaba Rede 100%. Confira a programação que deve atingir cerca de 650 pessoas:

09/09 – Os alunos da Escola Municipal Aparecido Carlos Guzzi, participam de uma palestra sobre o sistema de esgotamento sanitário de Piracicaba, promovido pelo Programa Saúde Nota 10. Na oportunidade, a equipe técnica da concessionária Águas do Mirante, debate temas relacionados à sustentabilidade, consumo consciente de água e o uso correto da rede coletora de esgoto.
Às 14h, a Águas do Mirante realiza mais uma etapa do curso de Empreendedorismo, associativismo e cooperativismo com usuários do sistema do Cras Vila Sônia.

10/09 – Neste dia, serão desenvolvidas duas atividades no Cras São José, sendo a primeira programada para as 9h, com um piquenique e roda de conversa para discussão de temas relacionados à preservação ambiental.
Às 14h, os participantes conferem uma palestra sobre Plano de Negócios. A ação faz parte das atividades do curso de Empreendedorismo, associativismo e cooperativismo.

11/09 – Nutrição é o tema da atividade prática, que acontece no Cras São José a partir das 13h. Na ocasião, os participantes conhecerão cardápios e pratos com alto valor nutricional.

12/09 – Alegria e descontração não vão faltar na manhã de sábado aos alunos da Escola Municipal Aparecido Carlos Guzzi. Os estudantes participam do encerramento do projeto Saúde Nota 10 com apresentação da peça teatral “Aventuras no mundo encanado”, produzida pela Cia de teatro Roma Produções.
Para os pais dos alunos a concessionária promove uma oficina de pintura com tinta de terra, realizada com o objetivo de aperfeiçoar o uso tradicional da terra, apresentar técnicas de produção de tintas, orientar as formas de utilização do material para fins domésticos, comunitário e comercial. Além disso, os participantes têm acesso a um material produzido ecologicamente.

De acordo com a gestora de Projetos Socioambientais, Maria Aparecida Draheim, as ações serão promovidas com intuito de integrar a comunidade com as questões relacionadas à sustentabilidade e a melhoria da qualidade de vida da população. “O principal objetivo destas atividades é o de proporcionar à comunidade um debate diferenciado e dinâmico, sobre a preservação do meio ambiente. Além disso, ao estendermos os projetos a todos os públicos interessados e não somente ao estudante ou a um único membro de uma instituição familiar, ampliamos o nosso canal de comunicação com a população, e desta forma, despertamos a atenção da sociedade para a conservação ambiental de uma maneira geral”, esclarece a gestora.

Sustentabilidade

Share Button