Bate-papo com o presidente da Mirante, liderança e o jeito Aegea de ser são os primeiros temas abordados com os jovens estudantes

“A palavra que define a primeira aula é: transformação! Ainda tenho dúvidas do que quero seguir de carreira para o futuro, mas acredito que o projeto pode me ajudar a descobrir”. O relato entusiasmado do estudante João Pedro de Jesus Santos, 15, representa o frescor e a inquietude típica da adolescência e a perspectiva coletiva que os 30 jovens participantes do Projeto Pioneiros apresentaram na primeira aula, realizada no auditório do Museu da Água. O projeto é voltado aos jovens do Ensino Médio e é desenvolvido pela área de Responsabilidade Social da Mirante, Parceria Público Privada (PPP) `firmada com a Prefeitura/Semae e que é responsável pelo esgotamento sanitário de Piracicaba.

Sob olhares curiosos e ávidos, os alunos contribuíram ativamente com a aula ministrada por Danilo Olegário, gerente de Educação Corporativa da Academia Aegea, que teve como foco os temas: “Liderança e protagonismo e o Jeito Aegea de Ser”. Na temática “Jeito Aegea de ser”, os jovens tiveram a oportunidade de conhecer a atuação da holding de saneamento que controla a empresa Mirante, esclarecer dúvidas sobre a diferença dos serviços prestados pelo poder público e pela iniciativa privada, modelo de negócio de PPP, aspectos operacionais e comparação do panorama nacional do setor em relação ao cenário municipal.

No âmbito “Liderança e Protagonismo”, os alunos trabalharam por meio de um bate-papo dinâmico e exercícios práticos a questão da importância da comunicação, cooperação e respeito para a realização de um bom trabalho em equipe. Além disso, foram discutidas as diferenças entre talento e esforço.

Para Danilo, a oportunidade de compartilhar as experiências com os alunos é recompensadora e legitima o compromisso firmado pela Aegea de servir e cuidar as pessoas por meio dos serviços prestados e das ações de Responsabilidade Social oferecidos à população.
“É muito gratificante participar de um projeto como esse. Estar diante de jovens promissores trocando experiências transcende o nosso papel como profissional, isso não tem preço. Acredito que esse trabalho coroa uma série de ações sociais e educativas que o grupo vem fazendo ao longo dos anos de construir uma relação sólida com a sociedade, afinal o nosso negócio é servir e fazer com que a comunidade se engaje e conscientize quanto as questões do saneamento no Brasil”, enfatiza o gerente.

De acordo com a estudante Caroline Tolentino de Matos, 15, que continuamente busca oportunidades para ampliar o conhecimento, o projeto superou as expectativas iniciais e pode ajudá-la a adquirir experiências que contribuam com o seu futuro profissional.
“Estou sempre à procura de oportunidades para tudo, não importa o assunto, presto provas, tento cursos, para mim tudo é um caminho. Pode ser que eu descubra aqui o que eu quero ser, como pode acontecer de encontrar em outro lugar, por isso, corro atrás de tudo. Acredito que esse projeto vai ser uma experiência bem legal que vou levar para a vida inteira, pois somos a primeira turma do Pioneiros, com isso podemos servir de exemplo para outras pessoas”, destaca a aluna.

Segundo o aluno João Pedro de Jesus Santos, que se inscreveu para o projeto como uma forma de driblar a timidez, as atividades propostas no encontro possibilitam aos estudantes das sete instituições de ensino se conhecerem melhor e estabelecerem vínculos. “A aula foi cheia de desafios, todos conseguiram participar, dar sua opinião de um jeito que ajuda a sala como um todo. Tivemos uma interação muito grande, as dinâmicas ajudaram a nos soltarmos mais, acredito que com isso formamos um grupo bem unido”, explica João.

O gerente de Educação Corporativa reforça ainda que a participação, o interesse manifestado e os apontamentos feitos pelos estudantes enriqueceram ainda mais o debate e valorizam o trabalho realizado em aula. “Para quem está na linha de frente, expondo os temas, vislumbrar a postura e o comprometimento dos alunos é extremamente gratificante, ainda mais que esse é um público de jovens formadores de opinião que passam, a partir do projeto, a terem mais acesso e familiaridade com as práticas de negócio da concessionária. Nossa proposta é mais do que levar informação é proporcionar formação do cidadão e dos futuros profissionais do mercado, é de alguma forma ir além da conta, esse é o nosso jeitão de ser”, salienta Olegário.

Antes da primeira aula oficial, o presidente da Mirante, Ricardo Miranda, fez questão de dar as boas-vindas pessoalmente aos jovens, compartilhar um pouco da sua experiência profissional e responder perguntas sobre os serviços de saneamento e deste mercado de trabalho que está em expansão. “É com muita alegria que desenvolvemos esse projeto. Essa troca de experiências entre empresas e estudantes é fundamental e rica, pois nos dá a oportunidade de aprendermos juntos”, destaca o presidente da Mirante.

Nesta semana, as aulas serão realizadas com os temas: Introdução ao saneamento (terça-feira, 24), conhecendo a área de Serviços e Meio ambiente, Saúde e Segurança (quinta-feira, 26).

Share Button